Reajustes nas contas de luz em SP e GO é autorizado pela Aneel

Reajustes nas contas de luz em SP e GO é autorizado pela Aneel

A Aneel aprovou reajustes nas tarifas de energia elétrica de ao menos 3 distribuidoras em 2 estados (São Paulo e Goiás), que variam de 2,35% a 24,16% dependendo do tipo de cliente.

A maior alta (24,16%) será sentida pelos clientes de alta tensão da CPFL Piratininga, que atende a 1,86 milhão de unidades consumidoras no estado de São Paulo (cada unidade consumidora pode atender a várias pessoas de uma residência ou a um comércio ou indústria, por exemplo).

O reajuste médio para os clientes de 27 cidades no interior e no litoral paulista será de 14,72%, e para os consumidores residenciais (categoria B1) a alta vai ser um pouco menos salgada (9,42%).

Já a menor alta (2,35%) será para os clientes de baixa tensão da EDP São Paulo, que atende a cerca de 2 milhões de unidades consumidoras também em São Paulo. O reajuste médio para o consumidor será de 8,05%, porque a tarifa para a alta tensão vai subir 20,04%, mas para os residenciais a alta será de 2,07%.

Em Goiás, o reajuste médio aprovado para a Enel (Celg-D), que atende a cerca de 3,26 milhões de unidades consumidoras no estado, será de 7,22% (em média 5,81% para a baixa tensão e 10,84% para a alta). Para os consumidores residenciais, a alta também será menor (4,82%).

Segundo a Aneel, os consumidores de baixa tensão são os residenciais (B1), rurais (B2), industrial, comercial, serviços e do poder público (B3) e iluminação pública (B4). As novas tarifas entraram em vigor no último dia 22, em Goiás e 23, em São Paulo (nas regiões atendidas pela CPFL Piratininga e pela EDP).

No Distrito Federal, o reajuste da Neoenergia Brasília foi adiado para 3 de novembro. A Neoenergia Brasília atende mais de 1 milhão de unidades consumidoras no Distrito Federal.

Veja abaixo os reajustes já aprovados:

EstadoDistribuidoraReajuste médioAlta tensãoBaixa tensãoConsumidores residenciais (B1)Número de clientes *
GOEnel/Celg-D7,22%10,84%5,81%4,82%3,26 milhões
SPCPFL Piratininga14,72%24,16%9,60%9,42%1,86 milhão
SPEDP São Paulo8,05%20,04%2,35%2,07%2 milhões

* Cada unidade consumidora pode atender a várias pessoas ou um comércio/indústria

Fonte: https://www.infomoney.com.br/consumo/aneel-autoriza-reajustes-entre-2-e-24-nas-contas-de-luz-em-sp-e-go-entenda/

Matérias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados com *

plugins premium WordPress
Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?