ABRACE diz que energia pesa mais hoje do que há 5 anos

ABRACE diz que energia pesa mais hoje do que há 5 anos

Os gastos com o setor energético ocupam a segunda colocação entre as maiores preocupações dos consumidores com contas. Essa é uma das constatações de uma pesquisa da Abrace e Ipespe. Fica atrás apenas de gastos com a alimentação. Para 90% dos entrevistados, a conta de energia está pesando mais agora do que há 5 anos. De acordo com a pesquisa, para 94% dos entrevistados os preços dos produtos estão impactando mais o orçamento neste início do segundo semestre quando comparado ao início do ano.

Essa foi a primeira vez que uma pesquisa avaliou a percepção dos brasileiros em relação a temas do setor de energia. Para 47% dos entrevistados, o preço da conta é ruim ou péssimo e mais de 60% admitiram desconhecer o que está sendo lançado na conta.

A afirmação com maior nível de conhecimento entre os consumidores de energia é a de que “o Brasil tem muito vento, sol e rios, e por isso deveria ter a energia mais limpa e barata do mundo”. Em segundo lugar em conhecimento está a frase “a energia é cara porque mais da metade do custo são impostos, taxas, encargos e subsídios”, também com elevado grau de concordância.

A pesquisa também avaliou a percepção dos brasileiros em relação às questões de sustentabilidade e energia limpa. Nesse quesito, os respondentes alcançam 70%. Para estes, a proteção do meio ambiente deve ser priorizada, mesmo correndo o risco de limitar a quantidade de suprimentos de energia que o Brasil produz, em detrimento da ideia contrária de que os suprimentos devem ser prioridade, mesmo que decorram danos ao meio ambiente.

Mas instados a se posicionar diante da possibilidade de pagar mais caro para usar uma energia mais limpa e sustentável, prevalece uma predisposição negativa (seis em cada dez não aceitariam pagar mais caro).

Segundo a análise da entidade e do instituto de pesquisa, em geral, no Brasil as pessoas estão, nesse momento, se preocupando mais com o custo da energia, e não se o insumo é limpo ou poluente.

São definidos, sob estímulo, como temas mais importantes associados ao setor de energia elétrica o preço da conta de luz, e em segundo lugar o impacto no meio ambiente e a geração de empregos. O uso de energia limpa e sustentável vem em quinto lugar. No agregado, as questões de ordem econômica somam metade das respostas; e os itens associados ao meio ambiente e uso de energia limpa chegam a um quarto.

Leia mais em: https://www.canalenergia.com.br/noticias/53221244/energia-pesa-mais-agora-do-que-ha-5-anos-aponta-pesquisa-da-abrace

Matérias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados com *

plugins premium WordPress
Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?